foto1.jpg (11473 bytes) Nome: Armando Costa
Naturalidade: Gralheira de Montemuro - Cinfães
Modalidade desportiva:
Boccia - Medalha de Ouro nos jogos Olimpicos de Atlanta

Gralheira de Montemuro homepage

Páginas relacionados com o nosso Campeão do Mundo e Olimpico
             Armando Costa
Palmarés
Homenagens
Entrevista

Recortes de jornais


ECOS DA GRALHEIRA

VIVA O NOSSO CAMPEÃO

Nascido há 21 anos, no seio de uma família humilde e modesta, embalado em berço de tábuas grosseiras, ao redor de uma lareira quente e amiga, em casa de granito tosco e tecto coberto de colmo, assim nasceu e viveu o Armando da Fonseca Costa, nesta freguesia serrana da Gralheira, concelho de Cinfães.

Desde muito novo deu sinais do seu estado físico não ser normal. A paralisia que o afectava foi-se desenvolvendo e aumentando à medida que o seu organismo crescia em idade e tamanho. Estávamos perante um paralítico, para quem a sorte não sorria, ao prendê-lo a uma cama ou cadeira de rodas. Mas se a sorte lhe foi madrasta ao privá-lo dos dotes físicos do cidadão comum, já o não foi ao conceder-lhe. uma inteligência prodigiosa e uma vontade indomável de lutar e vencer. Descobertas estas faculdades excepcionais, pessoas amigas e benfazejas levaram-no até ao Porto ao Centro de Recuperação e à escola para deficientes. Deram-lhe os meios para que as suas qualidades extraordinárias se pudessem desenvolver e mostrar o que valia. E não foi só no domínio das letras que a sua capacidade veio ao de cima, mas sobretudo na Área desportiva. Começando por praticar a modalidade de BOCCIA, bem depressa se verificou que estava ali um jogador excepcional. Bem. acompanhado por professores e treinadores, em breve começou a ganhar provas nacionais a tornar-se campeão. Depois, chamado para representar Portugal no estrangeiro, a sua actuação tem sido brilhante. Correu o Mundo desde a Austrália aos Estados Unidos e no seu palmarés já tem 19 medalhas, diversas de prata e oito de ouro. A última, conquistou-a há dias, em Atlanta, nos Jogos Paralímpicos, nos Estados Unidos.

Que honra maior para um rapaz que muitos julgavam desfavorecido da sorte ?! E que orgulho para a Gralheira ao ter um filho assim?

Armando! A gente da Gralheira acorreu em massa a Cinfães para te receber e aclamar na festa que a Câmara Municipal, que muito te tem apoiado, achou por bem fazer em tua honra. E no meio dos aplausos e dos vivas vi por lá lágrimas de alegria nos olhos de alguns. Mas foi na tua terra, na recepção que te fizeram à entrada da nossa aldeia, que tu sentiste bem fundo no íntimo da tua alma, o valor e a grandeza do teu feito, ao sentires-te aplaudido, aclamado e beijado por este povo que é teu. Os foguetes que subiam ao ar, em simultâneo com as palmas, os vivas, e os ramos de flores que ofereciam, deram espectáculo lindo que jamais esqueceremos.

Armando: com o teu feito histórico tornaste-te grande, engrandeceste o nome da nossa Gralheira, de Cinfães e de Portugal.

Quem pertencendo tu à Gralheira, não terá honra de ser gralheirense?! Parabéns e obrigado, Armando.

Eu te saúdo.

Gralheira, 2 de Setembro de 1996 .

 

Carlos de Oliveira Silvestre

Há Ouro na Gralheira

 

Na Serra de Montemuro
a febre do ouro é tanta
que a escavam com canseira,
mas nós temos na Gralheira
OURO vindo de ATLANTA.

Foi o nosso campeão
de quem a Gralheira gosta
está no nosso coração
o Jovem Armando Costa.

A nossa aldeia e Cinfães
estão ambas de parabéns,
ele é o nosso tesouro.
Armandito, crê que é verdade
todos nós temos vaidade
na tua medalha de Ouro.

                              Ilídio Sousa
                                          Gralheira, 28/08/96